A Tendência Dos Ambientes Corporativos Mais Confortáveis

Projetos corporativos buscam aliar conforto e funcionalidade para criar soluções que consigam instigar o convívio, facilitando a rotina e “humanizando” o espaço de trabalho.
 
As empresas estão cada vez mais atentas às práticas de redução do estresse no ambiente de trabalho.
 
Nos últimos anos, a arquitetura a corporativa tornou-se uma ferramenta de construção do bem estar físico e social. Exatamente por isso, os arquitetos especializados em projetos corporativos buscam aliar conforto e funcionalidade para criar soluções em ambientes que consigam instigar o convívio dos funcionários de departamentos que se interconectam no dia a dia, facilitando a rotina e “humanizando” o espaço de trabalho.
 
Escritórios compartilhados, elegantes e práticos fazem parte dos projetos modernos elaborados para corporações, além de planejamentos que possuem climatização de ambientes, acústica, iluminação diferenciada e infraestruturas para sistemas de cabos, energia e tecnologias. Além de integrar todas as necessidades da empresa, o arquiteto ainda deve trabalhar com a ideia central da imagem, missão, visão e valores para, no fim, entregar ambientes que representem a identidade da marca em cada detalhe.
 
Junto a essa preocupação com espaços empresariais que sejam acolhedores e adequados às várias escalas de departamentos, as empresas da atualidade estão cada vez mais atentas às práticas de redução do estresse no ambiente de trabalho. Pequenas pausas para descanso, descontração e até mesmo relaxamento com atividades de alongamento têm sido implementadas por empresas que possuem uma “política” de bem estar ocupacional.
 
De acordo com referências em fisioterapia e medicina do trabalho, as pausas com ginástica laboral são fundamentais para evitar riscos de lesões por esforço repetitivo (L.E.R) e também contribuem para o aumento da concentração e produtividade do colaborador. A fisioterapeuta Juliana Mancuso, formada pela Universidade Anhembi Morumbi, ressalta que "Mais importantes do que os exercícios de ginástica laboral são as pausas, cerca de 10 a 15 minutos, a cada três horas, ou mesmo um simples cafezinho, pois quando há um número maior de pausas curtas durante a jornada de trabalho, os trabalhadores sentem menos dores, além de se sentirem mais dispostos".


 

Veja outras notícias

Telefax: +55 12 3931 9049 / 9711 7367
Email: info@realceginastica.com.br
Rua das Madressilvas, 115 - Jd. Indústrias
São José dos Campos - SP - CEP 12240 370